PATENTES

O trabalho realizado pelos docentes e investigadores do DEQ dá origem a soluções tecnológicas inovadoras em várias áreas. Algumas das tecnologias patenteadas mais recentemente têm sido divulgadas pela U.Porto Inovação através de vídeos curtos, apresentados a seguir.

E se pudéssemos transformar um material sustentável, leve e natural como a cortiça num com alta resistência mecânica? Intrigados por esta possibilidade, dois investigadores da Universidade do Porto desenvolveram padrões que podem ser diretamente impressos na cortiça e depois cobertos por um fluído especial que endurece aquando o impacto. Esta solução permite manter o acabamento natural da cortiça mas, simultaneamente, aumentar a sua rigidez.

Manter as nossas roupas sempre bem cheirosas mesmo quando já saíram da máquina de lavar há algum tempo, não é tarefa fácil. Atualmente, a indústria têxtil consegue inserir pequenas cápsulas carregadas de um determinado aroma. Contudo, esta técnica não é amiga do ambiente. Uma equipa de investigadores da Universidade do Porto entrou em ação e criou uma solução que permite manter as nossas roupas sempre frescas e mais “verdes” do que nunca.

Recolher amostras de água parece tarefa fácil. Quando a ondulação aumenta ou o terreno se torna mais sinuoso, garatir o acesso aos locais de recolha rapidamente se torna perigoso. Este engenho desevolvido por um equipa da Universidade do Porto pretende resolver o problema de uma forma muito inesperada.

Após a colheita, os cereais e as leguminosas são armazenados em grandes contentores onde estão expostos a insetos e fungos. Contudo, uma equipa da Faculdade de Engenharia desenvolveu uma pesticida natural que permite a sua conservação durante longos períodos de tempo.

A separação de moléculas é um passo essencial para dezenas de indústrias. A procura em baixar o custo e aumentar a eficiêcia destes processos é uma constante e, uma equipa de investigadores da Universidade do Porto, desenvolveu uma membrana que apresenta uma maior capacidade de seletividade molecular enquanto, simultaneamente, diminui o impacto ambiental.

O surgimento dos paineis derivados de madeira veio revolucionar a forma como mobilamos a nossa casa. Apesar de todas as vantagens que apresentam, uma equipa de investigadores da Universidade do Porto e do Instituto Politécnico de Viseu desenolveu um novo processo que vem resolver as limitações atuais destes paineis. Com um produto mais leve, amigo do ambiente e igualmente resistente, está a chegar uma nova revolução na indústria da madeira.

A eficiência na mistura de soluções é um fator determinante para complexos processos químicos. Os reatores atualmente disponíveis apresentam diversos problemas que afetam dezenas de indústrias. Uma equipa de investigadores da Universidade do Porto desenvolveu uma solução que pode vir a acelarar as reações em 99%.

A quantidade de sal que acresecentamos às nossas refeições tem um grande impacto no nosso estado geral de saúde. O consumo excessivo de sal pode levar a graves problemas médicos e, portanto, deve ser monitorizado. Este equipamento, desenvolvido por uma equipa multidisciplinar de investigadores da Universidade do Porto, permite que os níveis de salinidade sejam medidos de forma rápida e eficiente enquanto os alimentos ainda estão a ser cozinhados. Assim, estamos a contribuir ativamente para a confeção de refeições mais saudáveis!

SPIN-OFFS

O conhecimento científico e tecnológico gerado no DEQ tem dado origem à criação de novas empresas em que participam docentes e investigadores do departamento.